Pular para o conteúdo
Início » Blog da eNauti » Como tirar carteira de barco?

Como tirar carteira de barco?

Compartilhe este conteúdo:

Se você chegou aqui porque estava pesquisando sobre como tirar carteira de barco, vamos explicar para você tudinho!

Primeiro, se me permite uma correção, o que você está procurando é uma carteira de Amador ou, melhor ainda, “Habilitação de Amador”.

Amador é como se chama as pessoas que tem habilitação para conduzir embarcações de esporte e recreio, como lanchas, jetski, veleiros, etc. Então, refraseando a pergunta e melhorando-a, sua dúvida na verdade seria “Como tirar a habilitação de Amador?”.

Agora, vamos ao que interessa: a habilitação de Amador, vulgo “carteira” ou “carta de barco”.

Os Amadores são divididos em 5 categorias, conforme segue:

  1. VELEIRO – (Abreviado como “VLA”)
  2. ARRAIS AMADOR – “ARA”
  3. MESTRE AMADOR – “MSA”
  4. CAPITÃO AMADOR – “CPA”
  5. MOTONAUTA – “MTA”

Isso é mais ou menos como as categorias que nós temos para CNH – carteira para conduzir carros e motor. Algumas categorias permitem condução de motos, outras de carros de passeio, outras de caminhão, etc. Vamos ver o que cada uma dessas categorias significa para que você possa descobrir qual a habilitação que você deseja.

VELEIRO – VLA

Se você achou que esta categoria é a que permite a condução de veleiros, hum… é isso, mas não é bem isso! A habilitação de Veleiro (VLA) é quase como uma habilitação de cortesia. Ela pode ser tirada por crianças a partir de 8 anos de idade, e para isso basta que ela frequente uma escola, entidade ou grupo de escotismo credenciado pela Marinha. Uma vez que a criança tenha aprendido o básico da condução da vela, a escola ou entidade credenciada enviará a documentação para a Marinha para que esta última faça a expedição da carteira de Veleiro.

Esta habilitação permite a condução de embarcações a vela, sem propulsão a motor, nos limites da navegação interior (clique aqui para saber que limites são esses). Na prática, esta carteira é utilizada para condução de jangadas a vela, ou pequenas embarcações a vela sem motor, como a da foto abaixo. .

Barco típico para condução por VLA

Se você quiser algo que seja além do que está mostrado na foto acima, então você busca as habilitações de Arrais Amador, Mestre Amador ou Capitão Amador. Então, vamos falar destas habilitações agora.

ARRAIS, MESTRE E CAPITÃO AMADOR

Arrais, Mestre e Capitão Amador são habilitações que precisam ser tiradas em sequência (para quem quiser ir além do Arrais Amador).

Você primeiro precisar tirar o Arrais Amador, depois o Mestre Amador e depois o Capitão Amador. A diferença entre elas é a área de navegação. Mas todas elas permitem a condução de todo tipo de embarcação de esporte recreio, independente do tamanho e do tipo. Pode ser um veleiro catamarã de 50 pés, ou um iate de 30 metros, ou mesmo o veleirinho simples ali da foto de cima. Desde que a embarcação seja classificada como de esporte e recreio, tanto a pessoa habilitada como Arrais, quanto Mestre ou Capitão podem conduzí-la. A única excessão para esta regra é a condução de motoaquáticas, também conhecida como jetski. Falaremos sobre isso mais abaixo.

Como estamos supondo que sua pergunta foi: “Como tirar carteira de barco?”, então supomos que você seja novo neste mundo. E necessariamente, para barco, você precisará tirar a carteira de Arrais Amador, então. Esta habilitação permitirá o condução de embarcações de esporte e recreio nos limites da navegação interior. Se depois de ler este artigo você quiser saber mais detalhes sobre onde pode navegar o Arrais Amador e o que é a tal da “navegação interior”, você pode ler esta postagem aqui.

Vamos ver agora de forma geral os procedimentos para obter estas habilitações.

PROCEDIMENTO PARA HABILITAÇÃO DE ARRAIS AMADOR

Para tirar sua habilitação de Arrais Amador você precisa ter mais de 18 anos e seguir duas etapas importantes:

  1. fazer o treinamento em uma escola credenciada pela Marinha
  2. passar na prova teórica que acontece nas Capitanias, Agências e Delegacias da Marinha

Para a primeira etapa você precisa procurar uma escola náutica próximo da sua casa e fazer um treinamento prático embarcado que deve durar 6 horas. Findo o treinamento, a escola lhe dará um documento comprovando que você o completou. Com este documento, e também outros documentos adicionais, além de uma taxa de inscrição já paga via GRU (Guia de Recolhimento da União), você poderá se inscrever na prova em uma das Capitanias, Agências ou Delegacias da Marinha. Temos um vídeo liberado na nossa página de venda do Curso de Teórico Arrais Amador e Motonauta que mostra em detalhes este processo. Quando você se inscrever, será informado para você a data da prova. Muitas dessas escolas náuticas funcionam também como despachantes náuticos e podem cuidar do processo de inscrição por você.

Depois de feita a inscrição, basta você comparecer na Capitania, Agência e Delegacia na data marcada para seu exame, e passar na prova. Alguns dias depois, você poderá retirar sua habilitação de Arrais Amador.

PROCEDIMENTO PARA HABILITAÇÃO DE MESTRE AMADOR

O Mestre Amador pode conduzir as mesmas embarcações que um Arrais Amador. Ou seja, qualquer embarcação classificada como de esporte e recreio. A diferença é que o Mestre Amador pode ir além das águas interiores, se afastando da costa a uma distância máxima de 20 milhas náuticas (37 km). Um Mestre Amador pode, inclusive, ir para outros países, desde que o faça neste limite de afastamento da costa. Se você deseja navegar ao longo da costa brasileira, esta é a habilitação que você busca!

Para tirar sua habilitação de Mestre Amador, você precisa já ter se habilitado como Arrais Amador. O bom dessa habilitação é que você só precisa se inscrever e passar em uma prova teórica preparada pela Marinha. Não há necessidade de nenhum treinamento prático adicional. Não deixe de ver nosso Curso de Mestre Amador, completamente online, que tem tido muito sucesso na aprovação dos seus alunos.

PROCEDIMENTO PARA HABILITAÇÃO DE CAPITÃO AMADOR

Assim como o Mestre Amador e o Arrais Amador, o CapitãoAmador pode conduzir embarcações de esporte e recreio, mas agora sem qualquer limite de afastamento da costa. Ou seja, o Capitão Amador pode navegar em qualquer área de navegação.

Para ser habilitado como Capitão Amador, você precisa já ter sua habilitação de Mestre Amador. E assim como esse último, tudo se resume a passar em uma prova preparada pela Marinha. Não há nenhum treinamento prático adicional. As matérias da prova vão desde navegação astronômica, comunicações, passando por meteorologia e navegação eletrônica, entre outras.

CONDUÇÃO DE JETSKI

De todas as habilitações que vimos acima, nenhuma delas permite a condução de jetskis, também chamados de moto aquáticas. Para a condução de uma moto aquática, você precisa de uma habilitação específica: a de Motonauta.

De forma muito parecida com a habilitação Arrais Amador, também para Motonauta você precisará fazer um treinamento adminstrado por uma escola credenciada pela Marinha e também passar em uma prova teórica.

Para quem está se iniciando neste mundo da náutica, talvez seja uma boa ideia já tirar a carteira de Arrais Amador junto com a de Motonauta. Por que? Apesar de você ainda precisar passar por um treinamento específico de ketski em uma escola, você poderá economizar um passo: a aprovação na prova de Arrais Amador vale como aprovação na prova teórica de Motonauta. Então, você faz 1 prova valendo para as 2 habilitações.

Já para aqueles que já são habilitados como Arrais, Mestre ou Capitão, basta você fazer o treinamento na escola e pedir a incorporação desta habilitação à sua carteira atual.

CONCLUSÃO: COMO TIRAR A CARTEIRA DE BARCO?

Se você está iniciando no mundo náutico, conforme vimos, muito provavelmente você está procurando tirar a sua carta de Arrais Amador ou Motonauta. A carteira de Arrais Amador lhe permitirá navegar com embarcações de esporte e recreio como lanchas e veleiros. Já se seu desejo é conduzir jetski, você precisa da carteira de Motonauta. É muito comum tirar estas duas habilitações juntas, fazendo uma única prova teórica na Marinha. Entretanto, ambas requerem um treinamento prático dado por uma escola credenciada pela Marinha.

Compartilhe este conteúdo: